FARMÁCIA MAIS SAÚDE

FARMÁCIA MAIS SAÚDE
AGORA TAMBÉM EM CUPIRA AO LADO DO BANCO DO BRASIL

ABATEDOR MÃE RAINHA

ABATEDOR MÃE RAINHA

SABOR CASEIRO

SABOR CASEIRO
AV.GOVERNADOR PAULO GUERRA-NOVO HORIZONTE-CUPIRA-PE

sábado, 12 de novembro de 2016

SEGUNDA VÍTIMA ASSASSINADA NA AVENIDA BRASIL É IDENTIFICADA NO IML, ELE ERA EVANGÉLICO E MECÂNICO DE AUTOS.




Foi identificado na manhã deste sábado (12) no Instituto Médico Legal  - IML de Caruaru, o corpo do homem que foi assassinado na noite desta sexta-feira (11) na Avenida Brasil, entre os bairros Universitário e São João da Escócia. João Nilson de Oliveira, de 50 anos, era mecânico e morava num ferro velho ao lado do Cemitério Parque dos Arcos. Ele foi assassinado com vários tiros dentro de um veículo Honda Civic, que tinha acabado de consertar e na ocasião o dono do automóvel José Edson Lopes da Silva, vulgo “Vampirão’ também foi assassinado.

A polícia acredita que o Nilson morreu de graça e o alvo era o “Vampirão” pois o mesmo já foi preso várias vezes e foi morto com mais de 20 tiros de pistola. 


O irmão do Nilson, Valdemir Antonio de Oliveira, disse que o seu irmão era natural do Recife, há um ano se separou da esposa e veio morar em Caruaru. Disse ainda que ele era um cidadão de bem e também acredita nessa hipótese, já que o irmão tinha consertado o carro do cliente, foi levar em sua casa e foram mortos quando o “Vampirão” estava o levando para casa.

"Vampirão' era o alvo dos assassinos.

  

De acordo com testemunhas os dois conversaram durante alguns minutos em frente a casa do “Vampirão” no bairro São João da Escócia e quando pegaram a Avenida Brasil foram seguidos por alguns elementos em um Honda Civic branco que mesmo com os carros em movimento, executaram as vítimas e o carro desgovernado se chocou com um Fiat Siena, causando ferimentos nos ocupantes desse outro veículo.


Os corpos já foram liberados do IML e o João Nilson será sepultado no Recife.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.