ACADEMIA EURO PHISIC

ACADEMIA EURO PHISIC

FARMÁCIA MAIS SAÚDE

FARMÁCIA MAIS SAÚDE
AGORA TAMBÉM EM CUPIRA AO LADO DO BANCO DO BRASIL

BAR DO MATUTO

BAR DO MATUTO

VAREJÃO F.FRANGO

VAREJÃO F.FRANGO
BAIRRO NOVO HORIZONTE

FARMÁCIA POPULAR DE CUPIRA

FARMÁCIA POPULAR DE CUPIRA

ABATEDOR MÃE RAINHA

ABATEDOR MÃE RAINHA

O MELHOR DE CUPIRA É IVONALDO PROIMAGEM

O MELHOR DE CUPIRA É IVONALDO PROIMAGEM
CASAMENTOS,ANIVERSÁRIOS,BATIZADOS,FORMATURAS E OUTROS EVENTOS

SABOR CASEIRO

SABOR CASEIRO
AV.GOVERNADOR PAULO GUERRA-NOVO HORIZONTE-CUPIRA-PE

terça-feira, 8 de novembro de 2016

Tirar Carteira de Motorista vai ficar mais caro em 2017. Será com simulador de direção veicular


Tirar Carteira de Motorista será com simulador de direção veicular e preço mais salgado no ano que vem. O uso do equipamento será obrigatório a partir de janeiro de 2017, segundo norma publicada no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) desta terça-feira (8/11).

A medida deveria ter saído do papel no primeiro dia do ano de 2016, mas foi adiada. Assim, os brasilienses que desejarem obter, adicionar ou mudar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para a categoria B a partir do ano que vem terão mais cinco aulas, de uma hora cada, nos simuladores de automóveis. Pelo menos uma delas será no período noturno.

Segundo o Sindicato dos Centros de Formação de Condutores de Veículos Automotores do Distrito Federal (Sindauto-DF), os custos para tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vão aumentar. Hoje, variam de R$ 1,3 mil a R$ 1,5 mil. Os novos valores, no entanto, ainda não foram divulgados.

“Ainda não sabemos o valor do ajuste. Vai depender do custo cobrado pelas empresas donas dos equipamentos. Alguns centros de formação do DF adquiriram o simulador por meio de contrato de comodato. Nós alugamos as máquinas e repassaremos os valores da aula rodada para as empresas”, explicou o presidente do Sindauto, Francisco Joaquim Loiola.

Ele também afirma que nem todas as autoescolas têm condições de adquirir os equipamentos. “As que não conseguirem, poderão compartilhar o simulador de outra instituição credenciada pelo Detran-DF”.

Segundo o Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF), a exigência atende às resoluções 422/2012, 571/2015 e 572/2015 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Ainda de acordo com o órgão, as autoescolas do DF estão se adequando com equipamentos próprios ou compartilhados. O Detran acompanha a transição.

Na prática, os candidatos à CNH da categoria “B” passarão pelo seguinte procedimento:

Exames numa clínica credenciada;
Escolha de um CFC credenciado A ou AB, para fazer o curso teórico;
Aulas com o simulador;
Realização de prova teórica;
Se aprovado na prova teórica, vão para as aulas práticas (direção veicular);
Prova prática.

Metrópoles

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.